POR QUE O ADVOGADO JOVEM PRECISA DE UM MENTOR?

Tempo de leitura: 2 minutos

Os jovens advogados encontram-se em um grande dilema: O que fazer para alavancar a advocacia? O que fazer para captar clientes? O que preciso fazer para montar meu primeiro escritório?

A maior dificuldade de todo advogado iniciante é encontrar um APOIO. O auxílio de um advogado experiente que possa atendê-lo sempre que necessitar para esclarecer dúvidas sobre a carreira.

Muitas vezes o jovem advogado não tem segurança e conhecimentos jurídicos suficientes para atender um ciente e esclarecer as dúvidas no primeiro encontro, correndo o risco de perder a causa.

Normalmente fica com dúvidas sobre o valor que deverá cobrar dos honorários e como redigir o contrato.

Mas não é só isso.

A verdade é que a concorrência está muito grande. Milhares de novos advogados entram no mercado todos os meses e viver da advocacia está cada vez mais difícil.

Mas não é impossível. Há muitos clientes buscando advogados por aí, e o que o jovem advogado precisa fazer é SAIR DA INVISIBILIDADE.

O jovem advogado precisa AGIR para ser encontrado e contratado.

A forma tradicional do cliente localizar o advogado é através de indicações de amigos, clientes, conhecidos e parentes. Mas há outra forma do advogado captar clientes de forma ética, oferecendo conteúdo de qualidade na internet.

Mas como isso é possível? Com o auxílio de um MENTOR.

Mas é preciso saber escolher o mentor certo.

Mentoria é feita por um profissional EXPERIENTE que irá compartilhar sua experiência profissional com o mentorado.

Por isso, alguém que oferece serviço de mentoria para advogados, sem ser advogado, não tem condições de satisfazer os anseios do advogado que busca orientações e aconselhamentos para conseguir mais clientes e mais honorários.

 Tenho observado nas redes sociais – instagran, facebook e linkedin – vários anúncios de mentoria e cursos online para jovens advogados. Contudo, percebo que a grande maioria tem por objetivo VENDER OS CURSOS para grandes quantidades de advogados e sem qualquer conteúdo prático da vivência e do dia a dia da advocacia o que poderá levar os adquirentes dos cursos a uma frustração.

Acredito que a MENTORIA PRESENCIAL através de sessões com o mentorado sejam mais eficazes e irá atender as necessidades dos advogados que buscam apoio e orientações para a carreira.

GOSTARIA DE RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE MENTORIA PARA ADVOGADOS? ENVIE SUA MENSAGEM ABAIXO

Deixe uma resposta